WirelessBRASIL - Bloco TECNOLOGIA

Março 2012             


23/03/12

• "Convergência": Banda larga - Sob pressão, Anatel diz que medição está indefinida + Relação dos debates em nossos Grupos

Olá, WirelessBR e Celld-group!

01.
Transcrevo mais abaixo esta notícia:
Leia na Fonte: Convergência Digital
[22/03/12]  Banda larga: Sob pressão, Anatel diz que medição está indefinida - por Luís Osvaldo Grossmann

Comentários?

02.
Na medida do possível, tento manter atualizados websites especiais dentro do domínio "wirelessbrasil.org" com as mensagens dos membros mais ativos:
Aqui estão algumas (ordem alfabética):
Fernando Botelho  • Flávia Lefèvre   • José Roberto Souza Pinto  José Smolka  • Rogério Gonçalves

03.
Atualizei recentemente o website do José Smolka, incluindo os debates sobre o "Assunto" desta mensagem.
Para nivelamento, transcrevo a seguir os links, pois nem todas as mensagens dos debates foram postadas nos dois Grupos:

17/03/12
José Smolka critica forma de atuação de entidades de defesa do consumidor

16/03/12
Comentário de José Smolka: "Copa das Confederações em 2013... Copa do mundo em 2014... Olimpíadas em 2016..."

16/03/12
Debate sobre notícia que informa que "queixas de consumidores caem pela metade em dois ano"

09/03/12
Continua o debate sobre o "processo de escolha" da EAQ e "software de medição"

09/03/12
Debate sobre o "processo de escolha" da EAQ - Entidade Aferidora da Qualidade da banda larga

03/03/12
Mensagem de José Smolka (texto em inglês): "NGN and traditional telecom vendors"

02/03/12
Redes NGN

27/02/12
Como mudar o DNA das operadoras de telecom

17/02/12
Debate: "Regulação x operadores - conflito necessário ou cooperação possível?"

16/02/12
"Percepção e realidade" (2) - "Se você usa conexão Wi-Fi, então não confie completamente nas medidas de desempenho feitas através do enlace de rádio"

14/02/12
"J'Accuse" (5) - O debate continua entre  Smolka, Bruno e Rubens: metas de qualidade da banda larga

12/02/12
"Percepção e realidade" (1) - José Smolka continua comentando a velocidade da banda larga na Campus Party

12/02/12
FEBEAANA no RGQ-SCM e RGQ-SMP

11/02/12
"J'accuse" (4) - José Smolka comenta artigo sobre a velocidade da banda larga na Campus Party

10/02/12
Até que enfim!!! - "Anatel estuda regulação única para serviços convergentes"

10/02/12
"J'Accuse" (3) - Prossegue o debate entre Rubens e Smolka sobre as metas de qualidade da banda larga

09/02/12
"J'Accuse" (2) - José Smolka continua comentando o tema das metas de qualidade da banda larga

09/02/12
Comentário de Rubens sobre o tema "metas da banda larga" e resposta de José Smolka

08/02/12
Comentário de José Roberto S. Pinto sobre o tema "metas da banda larga" e resposta de José Smolka

08/02/12
Artigo de José Smolka no Portal telecomHall BR: "Comutação de Pacotes IP em Telecom"

08/02/12
"J'Accuse" (1) - Comentários de José Smolka sobre o tema das metas de qualidade da banda larga

30/01/12
Contribuições apresentadas por José Smolka à Consulta Pública nº 02/2012, para discutir os pedidos da "Oi" de impugnação dos Regulamentos de Gestão da Qualidade RGQ-SCM e RGQ-SMP

21/01/12
Interface celular para PABX empresarial

20/01/12
José Smolka comenta os documentos apresentados pela Oi pedindo a impugnação quase todos os artigos dos recém publicados Regulamentos de Gestão da Qualidade (RGQ) dos serviços SCM e SMP - Parte 02

19/01/12
José Smolka comenta os documentos apresentados pela Oi pedindo a impugnação quase todos os artigos dos recém publicados Regulamentos de Gestão da Qualidade (RGQ) dos serviços SCM e SMP - Parte 01

18/01/12
Motta e Smolka conversam sobre "Indicadores de serviços de dados no RGQ-SCM e no RGQ-SMP. Fazem sentido?"

16/01/12
Smolka e Rubens conversam sobre "Indicadores de serviços de dados no RGQ-SCM e no RGQ-SMP. Fazem sentido?"

14/01/12
Msg de José Smolka: "Indicadores de serviços de dados no RGQ-SCM e no RGQ-SMP. Fazem sentido?" - Parte 02

14/01/12
Msg de José Smolka: "Indicadores de serviços de dados no RGQ-SCM e no RGQ-SMP. Fazem sentido?" - Parte 01

13/01/12
Msg de José Smolka sobre a notícia "Anatel vai ouvir sociedade sobre pedido da Oi para anular metas de qualidade da banda larga"

Boa leitura!
Um abraço cordial
Helio Rosa
Portal WirelessBRASIL

-----------------------------------

Leia na Fonte: Convergência Digital
[22/03/12]  Banda larga: Sob pressão, Anatel diz que medição está indefinida - por Luís Osvaldo Grossmann

Apesar da qualidade do debate realizado pelo Senado Federal sobre a medição da qualidade da banda larga, Anatel, operadoras e a empresa que será responsável pela fiscalização evitaram tratar da principal crítica ao modelo proposto: a fragilidade de uma medição feita somente dentro da rede das prestadoras.

Mas a insistência do NIC.br de que essa é uma questão chave no sistema já produziu um efeito: no debate na Comissão de Ciência e Tecnologia, a Anatel alegou que o conceito exposto na seleção da aferidora pode mudar.

“O modelo será construído até outubro. O ponto de medição está em discussão”, afirmou o superintendente de Serviços Privados da Anatel – e coordenador do grupo de implementação da qualidade – Bruno Ramos.

Como destacou logo de início o conselheiro do Comitê Gestor da Internet e diretor-presidente do NIC.br, Demi Getschko, “é essencial que a medição seja feita em um ponto fora da rede da operadora”.

“As medições sempre foram feitas no PTT em um equipamento diferente da rede da operadora. Senão, ficamos sujeitos a resultados que podem ser mascarados”, emendou o diretor de desenvolvimento do NIC.br, Milton Kashiwakura.

O debate, no entanto, centrou-se principalmente em dois pontos: o entendimento de que a Anatel, e não as operadoras, é quem deveria financiar a Entidade Aferidora da Qualidade; e o consequente impacto na legitimidade dos resultados.

“Como é possível uma empresa, que tem relações de mercado com quem deve fiscalizar, garantir a neutralidade?”, questionou o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), autor do requerimento para a audiência pública.

Segundo ele, ao arrecadar cerca de R$ 4 bilhões por ano apenas no Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel), a Anatel deveria ela mesma custear a medição da qualidade.

Desenho

Quando a Anatel definiu as normas sobre a medição da qualidade, estabeleceu que ela se daria “do terminal do assinante ao PTT”, considerado um ponto “entre redes de transporte de diferentes prestadoras”. Era outubro de 2011.

Em fevereiro de 2012, uma comissão formada pelas principais operadoras, coordenada pela agência, redefiniu aquele conceito, determinando que “os pontos de medição serão pontos de presença na rede da prestadora”.

A mudança, agora tratada como não-definitiva, está em linha com a principal reivindicação das empresas. Afinal, o título da primeira manifestação do Sinditelebrasil, em agosto de 2011, já indicava: Modelo de medição da qualidade dos serviços de banda larga deve se restringir às redes das prestadoras.