MVNO - "MOBILE VIRTUAL NETWORK OPERATOR" - OPERADORA MÓVEL VIRTUAL

O Site WirelessBR é parte integrante da ComUnidade WirelessBrasil e passa por um processo de reformulação. Esta página será uma Seção do novo site. Agradecemos a compreensão!

 
ComUnidade WirelessBrasil

Site WirelessBR

BLOCO - Blog ComUnitário


 


MVNO - "Mobile Virtual Network Operator" - Operadora Móvel Virtual


23/02/09

•  MVNO - "Operadora Móvel Virtual" - "O que é" + Coleção de Matérias

 
Este é o "Serviço ComUnitário" sobre  MVNO (Mobile Virtual Network Operator).
O objetivo do "Serviço" é informar e estimular o "compartilhamento" das opiniões, conhecimentos e experiências dos participantes.
O "Serviço" se completa com o debate do tema.

As perguntas recorrentes são:
A regulamentação sobre MVNO "sai", com tantos interesses conflitantes?
MVNO é viável no Brasil?
 
01.
"MVNO" é um assunto "veterano" em nossos fóruns
E a nossa Jana de Paula, do e-Thesis, deve ser a pioneira na mídia eletrônica com este texto: :-)
[Mar 2002]  Parceria em redes móveis já desperta interesse 

02.
MVNO?
Quequéisssô?  :-)
 
MVNOs são operadoras que não possuem espectro próprio e também não contam com infra-estrutura de rede, mas que por meio de acordos com operadoras móveis tradicionais adquirem pacotes de minutos de uso (MOU - Minutes of Use) no atacado para vender aos seus clientes. 

Num "post" de 2006 fizemos esta "brincadeira didática" para explicar MVNO:
(...) Imagine o "lance": O empreendedor Ronaldinho Gaúcho, sabendo que uma operadora de celular, mesmo com capacidade ociosa não tem mais interesse em clientes de baixa renda, decide montar uma operadora virtual, a "RoCell", alugando minutos "no atacado" da operadora e revendendo "no varejo" para seu enorme e fiel público. A "RoCell" nada mais é do que uma "operadora móvel virtual" ou MVNO (Mobile Virtual Network Operator).
A MVNO "RoCell", na versão mais "pura", é uma modelo de negócio em que a operadora virtual não possui redes, torres, nem equipamentos. Mas são possíveis todos os modelos "intermediários". Uma grande variedade de serviços pagos ou não, poderá estar disponível, por exemplo, num SIM card, o famoso "chip".
Mas, este tipo de "novo negócio", como muitos outros, esbarra no problema já conhecido da "regulamentação" pela Anatel.(...)
  

03.
Esta matéria de 2007 dá uma idéia das opções e dificuldades da Anatel sobre o tema.

Fonte: Teletime
[18/04/07]   Anatel deverá escolher entre dois modelos de MVNO por Ivone Santana

A Anatel deverá escolher entre dois modelos de operadora móvel de rede virtual (MVNO) e limitar sua atuação aos grandes centros, onde a infra-estrutura está completa.
Não tem sentido falar de operadoras virtuais em áreas onde não existem operadoras reais, afirmou o o conselheiro da agência, José Leite Pereira Filho.

Em um modelo haveria uma outorga de SMP para a operadora interessada, porém sem atribuição de faixas de freqüência, ou apenas uma faixa mínima.

No outro modelo - aplicado em alguns países europeus - não existiria outorga específica para o serviço móvel; caberia à interessada somente informar à Anatel sua intenção de vender no varejo e o processo de compra de minutos no atacado de uma operadora real.

Como a MVNO torna-se responsável pela qualidade na prestação do serviço, a regulamentação deverá ser muito rígida, de modo a também garantir que essas empresas tenham acesso ao tráfego no atacado, disse Leite.
Segundo o conselheiro, as MVNOs deverão atuar em nichos, deixando o perfil de operadora ampla para as donas das redes físicas.

Para o presidente da Acel - entidade que representa as operadoras móveis -, Ercio Alberto Zilli, as MVNOs são mais concorrentes do que parceiras de suas associadas, pois disputarão os melhores clientes.
Ele afirma que o mercado brasileiro ainda não está maduro para esse tipo de negócio e que haverá uma guerra de preços com redução de margens de lucro.

Por outro lado, o presidente da TelComp - representa as operadoras competitivas -, Luiz Cuza, rebate e afirma que as MVNOs já estão atrasadas e que deveriam ter sido autorizadas a lançar o serviço há dois anos. A expectativa agora é de que o tema entre para consulta pública ainda em 2007.

04.
De outra matéria recortamos este trecho sobre "modelos":

(...) Não há um modelo único. Cada empresa pode inventar o seu, defende Tello. De empresas do varejo, como Casas Bahia a companhias aéreas, como Gol e TAM, são citadas como possíveis candidatas. "Há dois tipos de empresas que se interessam, aquelas com grande valor de marca, grande base de clientes e canal de distribuição, e as operadoras fixas que podem criar uma móvel virtual para chegar ao quadri-play (telefonia fixa, móvel, internet e TV a cabo)." (...) [Fonte: Operadora virtual está distante da regulamentação

05.
Sobre MVNE ou Mobile Virtual Network Enabler

Uma MVNE é uma empresa que desenvolve sistemas que permitem a qualquer outra empresa se tornar uma operadora móvel virtual (MVNO).
Sua solução inclui as funções de CRM, relacionamento com a operadora real, billing, mediação, cobrança etc.
A operadora virtual preocupa-se apenas com o marketing e com as vendas de aparelhos e simcards.
Toda a parte técnica e integração com a operadora real pode ser feita  e gerenciada pela MVNE.
Na prática, os sistemas da MVNO servem como uma ponte entre a MVNO e os sistemas da operadora real de quem a rede é alugada.

06.
Sobre "Regulamentação"

De outra matéria recortamos:
(...) Desnecessário mencionar, que a ausência de regulamentação traz grandes prejuízos às empresas que se dispõe a realizá-la em âmbito nacional.
Isto por que as mesmas passam a atuar em uma zona cinzenta, dado que não se pode identificar se a atividade de MVNO enquadra-se como sendo de telecomunicação e, portanto, sujeita a registro perante a Anatel, ou não.
Em suma, a falta de regulamentação faz com que o risco de uma fiscalização discricionária, pela Anatel, em face de tais empresas passe a ser uma constante indesejável.
No entanto, e passados mais de 10 (dez) anos da entrada em vigor da Lei Geral de Telecomunicações, uma excelente iniciativa promovida pela Anatel promete acabar, de uma vez por todas, com a indefinição trazida pela falta de regulamentação da atividade de MVNO.
Nesse sentido, foi lançada, em 16 de junho de 2008, a Consulta Pública nº 22 na qual a Anatel tornou pública a proposta do “Plano Geral de Atualização da Regulamentação das Telecomunicações no Brasil – PGR”.
Referido documento tem o propósito de apresentar as ações a serem realizadas pela Anatel nos próximos anos, com o objetivo de atualizar a regulamentação das telecomunicações no Brasil, inserindo-se nesse pacote a regulamentação da atividade de MVNO.
[Fonte: ["MVNO" - Mobile Virtual Network Operators – Anatel prioriza a tão esperada regulamentação]


Relação de "posts" anteriores no BLOCO:



2010

19/11/10
MVNO - "Operadora Móvel Virtual" (24) - "Anatel aprova MVNO": mais notícias e artigos sobre o tema
18/11/10
MVNO - "Operadora Móvel Virtual" (23) - Tele.Síntese: "Anatel aprova MVNO"
10/03/10
MVNO - "Operadora Móvel Virtual" (22) - "Operadoras querem prazo" + "Oi aponta problemas para consumidores"
05/03/10
MVNO - "Operadora Móvel Virtual" (21) - Eduardo Prado: "MVNOs e os seus conceitos básicos" + Consulta termina dia 22 + Audiências Públicas no Rio (dia 9) e Brasília (dia 11)
04/03/10
MVNO - "Operadora Móvel Virtual" (20) - Consulta termina dia 22 + Início das Audiências Públicas amanhã + Matérias diversas
25/01/10
MVNO - "Operadora Móvel Virtual" (19) - SIMcard customizado: "quase" uma MVNO
25/01/10
MVNO - "Operadora Móvel Virtual" (18) - Teleco: "A proposta é boa, mas deve melhorar" - por Luciano Costa

2009

30/12/09
• MVNO - "Operadora Móvel Virtual" (17) - Texto da Consulta Pública nº 50 - Regulamento sobre Exploração do Serviço Móvel Pessoal por meio de rede virtual (RRV-SMP)
25/12/09
MVNO - "Operadora Móvel Virtual" (16) - Nova ambientação

2008

14/11/08
MVNO - "Operadora Móvel Virtual" (15) - Comentário do participante Rubens
MVNO - "Operadora Móvel Virtual" (14) - Opinião do consultor José Roberto de Souza Pinto
12/11/08
• MVNO - "Operadora Móvel Virtual" (13) - "O que é" + Coleção de Matérias

2007

11/11/07
MVNO = "Operadora Móvel Virtual" (12) - Opinião de Jose Roberto de Souza Pinto, Consultor e participante da ComUnidade
09/11/07
MVNO = "Operadora Móvel Virtual" (11) - WiMAX e MVNO: uma loucura?
04/11/07
MVNO = "Operadora Móvel Virtual" (10)
02/11/07
• MVNO = "Operadora Móvel Virtual" (09)
31/10/07
• MVNO = "Operadora Móvel Virtual" (08)

30/10/07
MVNO = "Operadora Móvel Virtual" (07)
29/10/07
MVNO = "Operadora Móvel Virtual" (06)
28/10/07
MVNO = "Operadora Móvel Virtual" (05)
27/10/07
MVNO = "Operadora Móvel Virtual" (04)
26/10/07
MVNO = "Operadora Móvel Virtual" (03)
24/10/07
MVNO = "Operadora Móvel Virtual" (02)
22/10/07
MVNO = "Operadora Móvel Virtual" (01)


2006
30/09/06
MVNO - Mobile Virtual Network Operator (3)
26/09/06
• MVNO - Mobile Virtual Network Operator (2)
18/09/06
• MVNO (Mobile Virtual Network Operator)


Coleção de matérias



Fonte: Teltime
[22/01/10]   Clubes de futebol lançarão SIMcards customizados
Fonte: Teleco
[25/01/10]   MVNO: A proposta é boa, mas deve melhorar - por Luciano Costa
Fonte: Teletime
[02/10/09]   As operadoras virtuais estão para chegar. E agora? - por Petrônio Nogueira, da Accenture
Fonte: Teletime
[23/09/09]   Canção Nova e Claro lançam simcard para católicos - por Fernando Paiva
Fonte: Teletime
[11/09/09]   Belmobile sugere modelo alternativo à MVNO (SIMcards customizados) - por Fernando Paiva
Fonte: Teletime
[20/03/09]   Accenture de olho no mercado brasileiro de MVNOs - por Fernando Paiva
Fonte: Teletime
[23/06/09]   BT analisará regulamento de MVNO no Brasil - por Fernando Paiva
Fonte: Teletime
[14/08/08]   Empresa francesa de olho no mercado brasileiro de MVNOs
Fonte: Teletime
[14/08/08]   Empresa brasileira cria plataforma para MVNOs
Fonte: Teletime
[14/11/08]   MVNOs estão próximas de virar realidade no Brasil
Fonte: Teletime
[18/08/08]   Sercomtel quer se expandir como MVNO no Paraná
Fonte: Everis
[08/10/07]   Operadora virtual está distante da regulamentação

Fonte: e-Thesis
[04/11/08]  
MVNO: a abordagem de segmentação é a única possível?  por Paull Merry  
Fonte: e-Thesis
[29/10/08]  
MVNO: solução para melhorar a imagem? por Jana de Paula 
Fonte: Almeida - Corporate Law
[02/10/08]  
"MVNO" - Mobile Virtual Network Operators – Anatel prioriza a tão esperada regulamentação
Fonte: Convergência Digital
[23/03/07]  
Vivo ainda crê em compartilhamento por Ana Paula Lobo   
Fonte: Thesis
[23/03/07]  
Blyk: MVNO pan-européia  por Jana de Paula
Fonte: Convergência Digital

[23/03/07]  
3G: rede única com espectro compartilhado por Ana Paula Lobo 
Fonte: Tele.Síntese

[08/03/07]  
Leite quer MVNO nas capitais brasileiras   por Miriam Aquino   
Fonte: Thesis

[18/07/07]   
Condutor de negócios por Jana de Paula
Fonte: Convergência Digital
[04/06/07]   
NextWave avalia compra de freqüências no Brasil por Ana Paula Lobo
Fonte: Radialistas-RS
[20/09/06]   
O plano secreto da RBS por Leonardo Attuch
Fonte: IDGNow!
[31/10/06]   Operadora sob medida por Eduardo Tude, Diretor do Teleco
Fonte: UOL Economia
[23/01/06]  
Brasil Telecom e Oi tentaram colocar o modelo de operadora virtual em prática em 2004 por Taís Fuoco - Valor Online
Fonte: Thesis
[23/04/07]  
MVNO para WiMAX, na Rússia  por WiMAX Day
Fonte: Carta Capital
[14/02/07]  
Celulares virtuais por André Siqueira
Fonte: Teleco
[15/09/06]  
MVNOs - Modelos de Negócio por Rafael Frade, Consultor de Negócios e Tecnologia da Promon.
Fonte: Thesis
[26/09/06]  
MVNO: além da vã filosofia por Jana de Paula
Fonte: Thesis
[09/05/07]   Virgin: medo do WiMAX? por WiMAX Day
Fonte: Convergência Digital 
[11/10/07]   Correios de Portugal disputam telefonia com MVNO por Ana Paula Lobo 
Fonte: CBEJI - Centro Brasileiro de Estudos Jurídicos da Internet
 
[24/03/05]  
Primeiro o VOIP, agora as MVNO, os novos desafios para a ANATEL por Hélio Moraes [ Pinhao e Koiffman Advogados]
Fonte: FonteMídia / Cache do Google
[02/06/03]  
Emissora de TV inicia em julho próximo a sua entrada no mercado de MVNO (Mobile Virtual Network Operator). Serviços inicialmente serão oferecidos na Europa.  [MTV adota tecnologia da SmartTrust para oferecer serviços móveis pelo telefone celular]
Fonte: Thesis
[12/08/07]   
MVNO a caminho da MVNE por Guy Zibi  
Fonte: Thesis
[16/07/07]  
MVNO: (nem tão) más notícias  por Pyramid Research
Fonte: Teleco
[08/11/04]  
Mobile Virtual Network Operators - MVNO - O que está faltando?
por
Raul Aguirre - Managing Partner da DiamondCluster International no Brasil e América Latina
Fonte: ITweb
[08/10/07]  
Operadora virtual está distante da regulamentação por Carlos Eduardo Valim/Gazeta Mercantil
Fonte: WirelessBR (republicação em 18/09/06)
[Mar 2002] 
Parceria em redes móveis já desperta interesse por Jana de Paula
Fonte: BLOCO
[18/09/06] 
MVNO (Mobile Virtual Network Operator) 

Leia mais sobre MVNO no e-Thesis:

A crise de crédito matará a publicidade móvel? 
Redes sociais móveis com operadoras: um ganha-ganha?
Xohm WiMAX é lançada em Baltimore (EUA)
214 milhões usuários móveis no país em 2013 
GSMA: porque o a penetração do roaming é baixa na A.Latina
Roaming e MVNO: debilidades do GSM na A. Latina
Tela ociosa: modelo ganha-ganha da telefonia móvel
Telecom na América Latina e Caribe: tendências em 2008
MVNO e impostos 
MVNO a caminho da MVNE
Mercado organizado
Sprint e Clearwire juntas 
Condutor de negócios 
MVNO: (nem tão) más notícias
Virgin: medo do WiMAX? 
MVNO para WiMAX, na Rússia
Blyk: MVNO pan-européia
Terceirizar é preciso
Sprint Nextel: êxodo
O forte, o popular e o cliente
MVNO: além da vã filosofia